André
  Anna Carolina
  Bia Leite
  Bruno Ferrari
  Camila
  Chico Spagnolo
  Bruno Paiva
  Dani Dias
  Elisa Tozzi
  Fábio
  Iza Padro
  karina Sérgio Gomes
  Leca e Marcela
  Luis Mário
  Marcelo Tas
  Mari Marcondes
  Marília
  Newton Molon - Fora da Ordem
  Mary
  Padú
  Ricardo Calil - Olha só
  Site Cultura
  Talita =D
  Thais Arbex
  Vinicius de Moraes
  Zé Henrique


 

 
 

   


 
 
escravo da rosa



Para Lucas

Sim, é nominal. Porque você tem nome, e é um nome que eu adoro falar.

Para você, querido, todas as músicas que não ouviu. Inclusive essa Blue Skies do Noah & The Whale que está tocando. Hope you like it. My life has changed since I heard them for very first time.

Lucas, você tem tudo pra ser o meu heroi. Me salva? Eu sei que você tem uma capa aí escondida no baú na casa da árvore. Na verdade, eu nem sei bem do que você tem que me defender, mas sem você sou bem mais frágil.

Ah, Lucas, lá vou eu suspirar de novo a cada frase sua. Pausa de novo para a música mais linda do disco. Hope you get so involved with this song as I do. Pronto.

Queria te dizer tudo isso. Você deveria ouvir e não ler. Escute no domingo, naquele fim de semana que pensamos em dividir.

Topa um domingo de pernas para o ar? Topa uma hora que seja sem fazer nada, só olhar para o teto? Ou ficar de olhos fecados, sem olhar coisa alguma...

Ê, Lucas. Eu deixando, querendo que você tome conta da minha vida. Saudade de você cantando na frente da minha cama. Você me derrubou. Um tanto de raiva de mim, mas para os românticos, oi, a vida é assim: acontece quando você menos espera, mesmo sendo uma espera eterna.

Enfim.

A música acabou, você não leu isso, nem ouviu a música. Nem a que eu citei, nem a que já começou. Guarda a capa. Semana que vem até eu esqueço disso. Hope I forget it.

t.



Escrito por taca às 23h22
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




That I can change the world
I would be the sunlight in your universe
You would think my love was really something good
Babe, if I could change the world

só pra dizer que agora o Escravo tá aqui
http://escravodarosa.wordpress.com

Escrito por taca às 13h15
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




tchururu...



Escrito por taca às 13h42
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




to na praia e amanheceu chovendo

to com saudades de pessoas, da minha casa, das minhas festas

minha tia tá chata

não me deixam dormir tarde

o cinema daqui é uma porcaria

meu orientador sumiu, de novo

meu priminho, melhor companhia por aqui, está doente (nada grave, coisa de criança)

e minhas férias já estão longas demais

sem cigarros, sem drogas, sem minhas músicas... meu, tá foda hoje



Escrito por taca às 13h25
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Tava no Pedaço da Pizza, na Augusta (centro), e começou a tocar.

Sabe aquele amor que dói, de tão grande? Que dá vazio quando não tá junto?

Porque nos dias ameaçadores e chuvosos, eu só quero ouvir você. Porque quando tudo dá certo, ah, eu quero comemorar com você. E até nos dias em que eu fico triste porque você me faz mal, não há nada mais legal que ficar com você... só fico brava quando você levanta e não me dá bom-dia...

vou morrer de saudades



Escrito por taca às 14h48
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TCC II

Do meu biografado, em entrevista ao fotógrafo Ivan Cardoso:

"Toda vez que leio entrevistas, fico lamentando a burrice da inteligência brasileira".

Céus, vai entender um cara desses...



Escrito por taca às 10h41
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TCC I

Encontro com Carlos Ebert no CCBB. Ebert foi câmera e diretor de fotografia d'O Bandido da Luz Vermelha.

Platéia: Por que você, filho de um químico, foi fazer cinema?
Ebert: Cinema é viral.

 



Escrito por taca às 23h01
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Em 2008

eu quero ser isso

Mr. Brightside



Escrito por taca às 22h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




A fila anda, mesmo quando você está na fila.

See you next year.

E o maior sorriso do mundo pra você!



Escrito por taca às 18h06
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pet Sounds

Recado à Karen Cunha

Karen Cunha, não me faça enfurecer
devolva o meu CD
dos Beach Boys.

Karen Cunha, faz um tempo eu te emprestei
mas até hoje eu não sei
por que diabos você não devolve o meu Pet Sounds
Hoje eu quis escutar
Wouldn't It Be Nice?

Karen Cunha, um recado pra você:
devolva o meu CD
dos Beach Boys!

Bazar Pamplona



Escrito por taca às 15h54
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




por que eu amo tanto, se pouca diferença faz?

***

Depois disso, que foi postado originalmente às 05h29, (agora é 12h36) eu fui embora. E voltei em cinco minutos. Por que?

Porque nada no mundo é mais legal do que acordar do lado dele. As melhores piadas são feitas no domingo de manhã (e outras coisas). E porque fazia tempo que eu não dizia o quanto eu o amava. Porque a gente atropela quem tá na frente e tira roupa do Apple.

E não importa quantas vezes eu pense em ir embora - volto sempre em 5 minutos.



Escrito por taca às 05h29
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Eu quero ficar perto
De tudo o que acho certo
Até o dia em que eu mudar de opinião
A minha experiência
Meu pacto com a ciência
Meu conhecimento é minha distração

Coisas que eu sei
Eu adivinho sem ninguém ter me contado
Coisas que eu sei
O meu rádio relógio mostra o tempo errado
Aperte o play
Eu gosto do meu quarto 
Do meu desarrumado
Ninguém sabe mexer na minha confusão
É o meu ponto de vista
Não aceito turistas
Meu mundo ta fechado pra visitação

Coisas que eu sei
O medo mora perto das idéias loucas
Coisas que eu sei
Se eu for eu vou assim não vou trocar de roupa
É minha Lei

Eu corto os meus dobrados
Acerto os meus pecados
Ninguém pergunta mais depois que eu já paguei
Eu vejo o filme em pausas
Eu imagino casas
Depois eu já nem lembro do que eu desenhei

Coisas que eu sei
Não guardo mais agendas no meu celular
Coisas que eu sei
Eu compro aparelhos que eu não sei usar
Eu já comprei
Ás vezes dá preguiça
Na areia movediça
Quanto mais eu mexo mais afundo em mim
Eu moro num cenário
Do lado imaginário
Eu entro e saio sempre quando eu tô afim

Coisas que eu sei
As noites ficam claras no raiar do dia
Coisas que eu sei
São coisas que antes eu somente não sabia...
Agora eu sei...
Tava na cabeça - só isso
E é da novela, ainda...
ouça aqui


Escrito por taca às 17h02
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




A cruzada da Câmara Municipal de São Paulo contra as minorias está a todo o vapor. É que existem grupos sociais que precisam de apoio para sofrerem menos preconceito, terem acesso a todos os direitos de cidadão e serem respeitados.

Isso é levado tão a sério na Câmara que nesta quarta-feira foi aprovado o projeto de lei - ou seja, só falta o Kassab assinar - que institui o Dia do Orgulho Heterossexual, do vereador Carlos Apolinário. Que avanço, hein?!

Artigo 3º:
"O Executivo envidará esforços no sentido de divulgar a data instituída por esta lei, objetivando conscientizar e estimular a população a resguardar a moral e os bons costumes"



Escrito por taca às 11h57
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Da vontade de ser nuvem

Foi assim:

Saí do banho. A janela do que era para ser um quarto estava aberta, mas a cortina fechada. De onde era para ser sala, era possível ver a claridade pela fresta da cortina, e chamava a atenção.

Uma nuvem muito branca, baixa por causa da chuva. Era quase meia noite, mas parecia final de tarde de dia nublado. Fiquei observando.

 

***

Virei um pouco. O prédio da frente tem uma antena com uma luz amarela. Iluminou uma nuvem. Ela se coloriu.

Quis ser nuvem.

 

***

Olhei para o outro lado. É possível ver parte dos apartamentos dos andares mais baixos. Se contei direito, era o 1603. Recém-casados, com sofá novo. Dias atrás o apartamento estava em reforma. Ela deitada na cama e ele sentado – os dois rindo.

No 1502, um cara escrevia muito, com uma luz amarela e baixa – tipo a da nuvem. Escreveu por certo tempo e sem parar. Apagou a luz.

No 1603, ele deitou no braço dela.

E eu não quis mais ser nuvem.



Escrito por taca às 00h51
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Deixei passar o aniversário. Não escrevi também quando saí da Coordenadoria de Cultura Geral – o que deve estar sendo surpresa para alguns. Não dá mais pra enrolar, né?! É que não é fácil falar de alguém tão especial. Então, esse é um texto de agradecimento ao meu chefe.

O Luís foi um dos maiores achados na minha vida. Conheci muitas pessoas que me ensinaram muito – não lembro de ninguém que me ensinou tanto quanto ele.

Conheci o Luis em 2005, numa reunião de pauta do Site de Cultura. Prometi escrever um texto sobre literatura infantil, junto com a Carol, mas estamos devendo o texto até hoje.

Depois de um tempo, ele me parava no corredor, dizendo que precisava conversar comigo. Fugi o quanto pude, até que ele fez sentar na coord. e ouvi-lo. Ele queria que eu participasse do processo seletivo para editar o Site – se tivesse sido mais eficiente em minha fuga, teria perdido um emprego.

Os dois anos de convivência quase diária com o Luis foram muito importantes. Ele me transformou em jornalista, ou editora, pelo menos. Me ensinou Kant, metodologia, jornalismo básico, conceitos da pós-modernidade. Teria sido um professor completo, se eu tivesse aula com ele.

Aprendi a salvar arquivos de texto em .pfd, além de usar o controle de alterações do Word. E me ensinou a não entrar em brigas, a manter a calma em situações estressantes. Me ensinou que quando a gente gosta do que faz, não importa que horas você sai do trabalho.

E me mostrou uma profissão pela qual me apaixonei. Luis e Thais Arbex fizeram com que eu largasse Relações Públicas e mudasse para jornalismo. Sabia que ganharia menos, trabalharia mais e talvez não tivesse fins de semana. Ok, ver os dois trabalhando era a coisa mais legal do dia.

Sobre ele:

Luis é um cara legal. Eu o vi gritando uma vez, e com razão. Se você, querido leitor, procura um amigo, corra até a cultura geral. Ele está lá segunda à noite, terça pela manhã, quarta durante todo o dia e sexta a tarde e começo da noite.

 

***

 

Certo dia, estávamos no Monet discutindo o que tinha acontecido com a Cásper. Claramente, a Faculdade perdeu muito da qualidade da educação. E não são professores piores, conteúdo, infra-estrutura. Não achamos a resposta. Mas tenho uma sugestão.

O Luis tem uma coisa que faz tempo que não vejo, e que faz muita falta na Cásper: o compromisso com o ensino. Luis conseguiu o título de doutor aos 27 anos. Conhece tudo de Teoria de Comunicação, orienta cerca 12 projetos experimentais por ano, não faz chamada por que não precisa. Ensina reportagem mais do que qualquer outro professor. E edita o Site de Cultura. E tem a Comunnicare, a São Judas, a revista Páginas Abertas, a Paulus, os livros... coisa para caramba.

E não é por dinheiro. Ele faz por que sabe que cada uma dessas atividades é importante, em certo nível, para difundir conhecimento. Cada trabalho que ele corrige, ou cada texto que edita, tem um comentário, uma sugestão para melhorar. Se o texto está ótimo, dá 10. Que mal tem? Sem contar a vontade que ele ainda tem de estudar impressiona. Mas isso a gente deixa para o ano que vem, ok?

 

***

 

Luis,

Se a nossa amizade até agora passou obrigatoriamente pelo site, saiba que eu amei fechar cada edição, que apesar do choro e desespero em alguns textos, todos foram importantíssimos e valeram cada toque. E um dos momentos mais legais da semana eram editar com você. Não teve um dia em que eu não aprendi uma coisinha. Espero que saiba usar todas lá na frente.

Obrigada por ouvir o que eu achava de cada um, e se eu estivesse errada, por me fazer entender o que era melhor. Que puta chefe você foi, hein!

E a amizade não tem obrigatoriamente a ver com site, eu agradeço pelas horas de conversa sobre tudo e alguns (não todos). Cada aula de Turismo que não foi dada me deixou mais contente e inteligente. Ah, obrigada por Hilda também.

Você só não convenceu a usar maquintoche.

 

ps: sobre o texto que fiquei devendo, acho que fui perdoada. Editando o Site por dois anos, tive a oportunidade de escrever cerca de 50 textos, entrecobertura de eventos, resenhas de filmes e livros, exposições, entrevistas, etc.



Escrito por taca às 21h04
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]